Sexta-feira
21 de Setembro de 2018 - 

Controle de Processos

Newsletter

Últimas notícias

Assessor do TJSC retorna de congresso nos EUA com metas de inovação e eficiência

O técnico judiciário Arthur Pieper Neto, lotado no Tribunal de Justiça, foi um dos participantes do Spring Meetings, conferência anual promovida desde 1946 pelo Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional (FMI), que reúne representantes do setor privado, da sociedade civil, acadêmicos e profissionais do mundo todo para debater temáticas persas, com enfoque no desenvolvimento econômico e na erradicação da pobreza. O evento ocorreu entre 16 e 22 de abril em Washington (EUA). "A intenção principal era aprender mais sobre economia, mas me surpreendi positivamente ao ouvir palestras sobre inovação tecnológica, desenvolvimento de lideranças, inclusão digital, transparência, Big Data e eficiência, inclusive relacionadas com minhas atividades dentro do Judiciário", destaca o servidor. A equipe de delegados - composta por Arthur e representantes de Fortaleza, Belém, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, com formações variadas (Relações Internacionais, Economia e Direito) - foi escolhida através de seleção que envolveu mais de 150 candidatos e levou em consideração análise curricular, experiência profissional e acadêmica e interesse pelos assuntos ministrados no evento. Além disso, os workshops em inglês com os temas "Representando o Brasil no Exterior", "História e Funcionamento do Banco Mundial e do FMI", "Técnicas de Networking", "Oficina de Comunicação" e "Inglês para Negócios" foram fundamentais durante a fase de preparação. Em paralelo ao evento, a equipe pôde conhecer Otaviano Canuto, diretor-executivo do Banco Mundial; Mark Langevin, diretor do Brazil Institute na Universidade George Washington; e Pedro Maciel, sub-secretário do Tesouro Nacional, e teve a oportunidade de ouvir seminários com nomes relevantes do cenário internacional, como os empresários Bill Gates e Michael Bloomberg, a diretora do FMI, Christine Lagarde, o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, a rainha Máxima Cerruti da Holanda e a ex-presidente do Chile Michele Bachelet, além de ministros do desenvolvimento e finanças das maiores economias globais. "Uma das falas que mais me marcaram foi a de Michael Bloomberg, prefeito de Nova Iorque por 12 anos, ao relacionar ideias inovadoras com o aumento de produtividade. É algo que tem sido estimulado pela atual gestão do TJSC e temos aplicado com frequência em nosso ambiente de trabalho, com excelentes resultados", explica Arthur, que é assessor de gabinete do desembargador Luiz Fernando Boller desde 2017, período no qual a equipe conseguiu diminuir o acervo em mais da metade, de aproximadamente 1750 para 850 processos. "A principal aplicação que trago para minha rotina é sobre a importância de dar espaço a inovações para alcançar uma maior eficiência, diante de um número cada vez maior de processos para analisar e recursos humanos e físicos por vezes limitados. Acredito que isso seja possível se cada assessor e magistrado buscar a reavaliação de rotinas que geram retrabalho, a simplificação de decisões prolixas e, principalmente, a abertura para ouvir outros funcionários em busca de proposições construtivas. Isso faz muita diferença", conclui Arthur, que está disposto a aplicar os conhecimentos adquiridos em projetos futuros dentro do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.
15/05/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  96777